Vídeo é acessível a pessoas com deficiência auditiva, com tradução em Libras.

A rapper brasiliense Vera Verônika usa um beat dançante para colocar sob os holofotes os guerreiros e guerreiras do cotidiano, as massas populares que vencem desafios todos os dias, sem se deixar abater pelas dificuldades.

O clipe da música “No corre” traz a participação especial do DJ Brotha, os movimentos do grupo de break BSBGirls e, como sempre, oferece tradução em linguagem de sinais (Libras) para deficientes auditivos.

Confira: 

Vera Verônika sempre usou sua música como plataforma para discutir questões sociais. É o caso de seus mais recentes clipes: “Genocídios” trata dos jovens negros executados nas periferias, enquanto “Profissão Perigo” fala dos desafios de ser professor.

Em “No Corre”, Vera traz uma abordagem positiva para destacar aqueles que passam por cima das limitações sociais, econômicas, raciais e de gênero para sobreviver, um dia após o outro.

“Falando sobre o ‘corre’ da vida, essa música nos remete ao cotidiano diário dos moradores da periferia, os quais utilizam da arte e da cultura para se sobressaírem das dificuldades encontradas no dia-a-dia. Presenteando-nos com a simplicidade e leveza da letra e a sintonia da batida musical, ‘No Corre’ permite viajarmos e nos identificarmos com a experiência periférica que os moradores vivenciam”, reflete a artista.

Vera Verônika entende bem a definição de superação. Rapper, compositora, mantenedora de abrigo infantil, pedagoga, empreendedora e consultora nas causas de Direitos Humanos, Vera sempre foi muitas mulheres. Uma das pioneiras no rap nacional e primeira rapper feminina do Distrito Federal, Vera encontrou na cultura do hip hop a força necessária para lutar contra tudo o que parecia injusto.

No clipe, o peso do flow ganha novos contornos, nos movimentos do break dance. O grupo BSBGirls apresenta uma interpretação mais lúdica dos versos, enquanto o DJ Brotha mostra o motivo de ter se tornado nacionalmente reconhecido por interagir com o rap e outros estilos musicais.