Bia Doxum, Equilíbrio Sonoro e Família ZL são os artistas selecionados para a grande final, no próximo sábado, no palco da Arena Corinthians

No dia 03 de novembro, a Arena Corinthians se tornará o palco do Sons da Rua, festival que dá voz ao som, a dança e a arte da periferia.

Em sua terceira edição, combinando grandes nomes do universo do hip hop, o evento oferece também elementos dessa cultura, como: rap, rimas, beatbox, break, graffiti, skate e muito mais.

Ao longo do ano, diferentes comunidades foram contempladas com o concurso “Novos Talentos”, através das Seletivas TNT Sons da Rua. Bia Doxum, Equilíbrio Sonoro e Família ZL são os finalistas das Seletivas. Eles disputam a grande final no palco principal, nesse sábado.

“O Festival Sons da Rua, não é uma luz no fim do túnel. É a própria locomotiva trazendo novos nomes e novos sons”, fala Thaíde, embaixador do festival.

O evento se transforma numa arena de batalha, pela primeira vez, onde quem ganha é a rima e o improviso. É no palco do festival que os MC’s se reúnem para duelar e desafiar os seus oponentes do rap. E a novidade dessa edição é a escolha do MC vencedor ao vivo.

No Sons da Rua o público é quem escolhe o ganhador entre os finalistas selecionados, fortalecendo a cena hip hop e influenciando o surgimento de novos MC’s. Na base dos versos feitos de improviso os selecionados – Jota Igom, Big Mike, Pauli, Diana, Haaga J, Dopre, Apollo, Senju, Motta, Salvador, LC, Flor, Toddy, Guinho, J. Black e Cristian- ganham o apoio da plateia, que elege o vencedor.

Nesse ano, os destaques são Emicida, Mano Brown, Rincon Sapiência, Djonga e Alt Niss. O rapper, compositor, produtor e apresentador Thaíde,  embaixador do festival, será o mestre de cerimônias oficial.

“O rap tem uma história de luta e de arte muito forte, mas que ainda não recebeu a visibilidade merecida. Buscamos somar ao movimento do Hip Hop levando estrutura e espaço de fala para todos os artistas (os renomados e os que estão começando)”, declarou Juliano Libman, sócio da InHauss Entretenimento, empresa responsável pela organização do “Sons da Rua”.

“Em todos os anos, a participação de cada um que se inscreveu, de cada artista e de todos que estavam presentes no evento e abraçaram a causa, mostrou que a união de forças é que faz o movimento viver. Foram 12 horas de música, mais de 10 shows e uma energia única”, afirmou Luiz Restiffe,  sócio da InHauss Entretenimento, empresa responsável pela organização do “Sons da Rua”.

O projeto é realizado com o apoio do PROAC.

[mais informações]