O rapper Sant vem enfrentando uma onda de críticas em seu instagram após postar uma foto com Nog do Costa Gold. Nos comentários da foto Sant foi questionado pelos fãs sobre sua opinião acerca do verso do NOG na música “Preguiça“, lançada no albúm do Xamã no primeiro semestre, onde o membro do Damassaclan soltou:

“Xamã com Costa Gold nesse beat loco tira o sono / Deixa ela dormir que se ela vira, eu como / Boto o cano na goela e atiro gozo”.

O verso gerou grande revolta ao ser interpretado como apologia ao estupro apesar da negação de NOG. Entre o repúdio de grande parte do público, inclusive de grandes nomes do Rap, o Portal Rap Di Mina destacou:

“Estupro é crime, não licença poética. Se uma mulher está dormindo, ela não autorizou a realização de nenhum ato sexual”.

A Baguá Records também se manifestou afirmando “reconhecer conflito de informações” e que estaria retirando a faixa “em respeito ao público feminino e que jamais iriam denegrir a honra e moral das mulheres”, assim a música seria lançada em uma nova versão.

Ao ser questionado sobre pousar ao lado de quem fez apologia ao estupro em sua música, Sant tentou justificar:

Após a justificativa uma onde de críticas começaram afirmando que claramente o rapper estava “passando pano” para o verso do NOG.

Sant respondeu os comentários, mas não convenceu muito. Diante disso fez uma live em seu Instagram explicando sua visão do verso, mas pelas críticas que continuam a aparecendo, especialmente no twitter, o público não engoliu bem e não vai passar pano para ele.

Um dos comentaristas perguntou na foto a respeito do Nog: “vocês querem pena de morte ou mudança?“. E talvez essa seja a chave da questão. Pois, apesar de o Rap acreditar fielmente na mudança e na recuperação das pessoas, não se poder haver mudança para quem não admite seu erro como é o caso Nog:

Resposta do Nog na foto

Mesmo que não tenha sido a intenção, como Nog afima, o verso foi infeliz, afinal não se poder relativar o estupro em um país que o tem como cultura. A resposta da rapper Sara Donato nos comentários é um tutorial de como devemos nos comportar nessa situação:

Quando o assunto for estupro: ESCUTE AS MINA!
Vamos Voltar a Realidade.