Em lançamento de novo álbum, a apresentação gratuita no Aniversário de São Paulo ainda conta com participação especial do grupo Audácia

No dia 25 de janeiro, Rincon Sapiência presenteia seu público paulistano trazendo em primeira mão o repertório do recém-lançado álbum “Mundo Manicongo: Dramas, Danças e Afroreps”. Resgatando suas origens em apresentação gratuita com sua banda no palco Orquestra Mágica do Sesc Itaquera. O show, que faz parte do projeto A Zona Leste é o Centro, ainda conta com participação especial do grupo Audácia para performance da faixa “Na Palma da Mão”, integrando uma série de ações que propiciam o contato direto com a produção artística da Zona Leste de São Paulo.

Em seu segundo álbum da sua carreira, Rincon viaja pelos mais diversos ritmos, norteado pela musicalidade de vertentes da música pop contemporânea africana. Com instrumentais dançantes e divertidos, o disco também conta com as participações de Lellê, Rael, Gaab, Mano Brown, grupo ÀTTØØXXÁ e da cantora e Mc Duquesa. O trabalho expõe a sua evolução como artista e produtor musical, e traz a assinatura de Rincon na produção e direção do álbum, no qual se desprende da veia clássica predominante no multipremiado disco de estreia Galanga Livre (2017). Com uma pegada menos orgânica e mais psicodélica, no álbum também se destaca o diálogo com ritmos originários das periferias, como o pagodão baiano e o funk brasileiro – desde o Mandela até o 150 bpm.

Novo formato de show

As apresentações Ao Vivo de Rincon são conhecidas por convidarem o público a meter dança, enquanto ele mesmo também se arrisca nos passinhos. Porém, desta vez a novidade é que os fãs poderão se preparar para aprender novas coreografias, pois o rapper trará uma dupla de dançarinas proporcionando ao público uma experiência única. O artista sobe ao palco também acompanhado do DJ Mista Luba, Robson Heloyn (guitarra), Amanda Telles (percussão), valendo-se também de improvisos próprios feitos com instrumentos e sintetizadores.

Premiação

Na última semana, o clipe da música “Meu Ritmo”, dirigido pelo duo Kill the Budha, foi indicado ao melhor clipe de 2019 pelo prêmio Genius Brasil de Música Brasileira, ao lado de nomes como Emicida, Black Alien e Tássia Reis.

Participação especial

O Audácia é um coletivo de rappers pretos da periferia, da qual Rincon também faz parte. O MC explica que a faixa “Na Palma da Mão” se trata de um rap periferia, quebrada que fala sobre rolê, de você ter a cidade na palma da mão, sobre ter acesso às quatro pontas das quebradas de São Paulo. “É uma faixa que traz a minha essência e lembra o meu início de carreira o astral que essa música traz. Na zona leste se fazia muito esse estilo de rap, é uma faixa muito especial, além de estar acompanhado dos meus amigos, o resultado final ficou incrível”, celebra Rincon.

Os membros do grupo também comemoram o convite de Rincon para a participação do álbum e relatam como é trabalhar com ele em estúdio. “Trabalhar junto com o Rincon é sempre uma aula, as músicas sempre com ideias boas, com muito requinte e swing”, comenta Dikampana. Para o MC Zero Onze, o trabalho sempre flui de forma natural. “Quando a gente se junta em estúdio parece que há um energia em que só de ouvir a instrumental, já vão vindo as rimas (…) então quando a ouvi as palavras já foram saindo naturalmente”, comenta o MC. O rapper Raphão Alaafin complementa “Essa música foi feita com a conexão real que existe entre nós” e o RG do QI concorda: “Quando estamos todos juntos, principalmente gravando no mesmo dia é a melhor coisa!”. Já James Bantu ressalta a importância desta união do grupo e a temática de acesso à cidade: “O Rincon propiciou aquele lance da aquilombação, a gente poder construir um Universo preto dentro da cidade”, enquanto Cafuris enaltece o produtor da faixa: “Rincon é um artista diferenciado, que tem um DNA bem marcante na música dele”.

Serviço:

Data: 25/01, Sábado
Horário: 15h
Local: Sesc Itaquera – Palco da Orquestra Mágica (Av. Fernando do Espírito Santo Alves de Mattos, 1000 – Itaquera, São Paulo – SP, 08265-045)
Entrada: Grátis
Como ação preventiva, ao visitar o Sesc Itaquera, recomendamos que esteja vacinado contra a Febre Amarela há mais de 10 dias.
Evento Facebook