O rapper e ativista LGBT, Kevin Fret, 24, foi morto a tiros nessa última quinta-feira, enquanto andava de moto em Porto Rico, noticiou a afiliada da CNN, Noticentro.tv.

O porto-riquenho de 24 anos foi reconhecido como o primeiro artista abertamente gay no gênero da America latina.

A morte de Fret é parte de uma onda de violência que afeta a ilha de cerca de 3,3 milhões de pessoas, disse a emissora, com 24 assassinatos até o momento.

O crime já está sendo investigado pela polícia, mas os oficiais afirmaram que ainda não tem nenhuma informação sobre a motivação específica. Fret foi morto no bairro Santurce, em San Juan, por volta das 5h20.

O artista regularmente abordava os fãs através de sua página no Facebook e era franco sobre questões que afetavam a comunidade LGBT.

Seu vídeo mais recente, Soy Así, tem mais de 700.000 visualizações no YouTube.

Veja “Diferente” música de sucessso do rapper: