Saiba mais sobre o Grupo periférico Fatalidade do Rap dos anos 90, da zona sul de São Paulo.

O que foi o grupo Fatalidade do Rap?

Saiba mais sobre o Grupo periférico Fatalidade do Rap dos anos 90, da zona sul de São Paulo.

Na história da música brasileira sempre há artistas que aparecem, movem multidões e desaparecem. Com o rap, não poderia ser diferente. Foi com isso em mente que, navegando pelas playlists da vida, encontrei o grupo Fatalidade do Rap. Ao que parece, muitas pessoas de diferentes lugares curtem, ainda hoje, o primeiro e único álbum do grupo, lançado no final dos anos 90, como se pode ver pelos comentários em algumas de suas músicas disponíveis:

“Desde 1999 que eu tenho um CD desse do Fatalidade do Rap, top da hora o som dos Brothers” Comenta um fã nas redes sociais.

O que me fez questionar: Afinal, quem foi Fatalidade do Rap?

Pois bem, o ano era 1999. O lugar, zona sul de São Paulo. Foi neste contexto que Mano Jhow, MC Flash, Jack e DJs Marcos e Marquinhos começaram a tocar nas rádios comunitárias da região. Os ouvintes pediam as músicas e o grupo era convidado para os principais eventos que aconteciam por ali. Diante disso, não demorou para que a gravadora Stiletto se interessasse pelo grupo e lançasse o álbum intitulado “Zona Sul Falada”.

CD original Fatalidade do Rap

CD original Fatalidade do Rap

Fatalidade do Rap - Zona Sul Falada

Fatalidade do Rap – Zona Sul Falada

 

A partir daí, Fatalidade do Rap passou a fazer parte da programação do saudoso Natanael Valêncio, na Rádio Imprensa Fm, o que fez com que o público do grupo aumentasse de tal forma que chegaram a cantar para mais de 10 mil pessoas, em um show de final de ano na praça da Vila Joaniza.

Porém, já no ano 2000, a gravadora Stiletto deixou de existir e o Fatalidade do Rap se desfez. Desde então, não há muita notícia do que fazem os ex-integrantes do grupo. Mas, ainda se encontra à venda, em diferentes sites, o seu único álbum.

Por tudo isso, sua participação na história do Rap Nacional não poderia passar em branco, assim como suas músicas, ainda hoje curtidas e comentadas, também não poderiam deixar de ser homenageadas. Fica o convite, para quem ainda não conhece, ouvir uma das músicas mais tocadas na época:

Confira uma das principais faixas do álbum gravado pelo grupo Fatalidade do Rap, “Fatalidade no AR” era a faixa com a qual o grupo abria os shows: