6 multiartistas para acompanhar no Mês do Orgulho LGBTQIA+

6 multiartistas para acompanhar no Mês do Orgulho LGBTQIA+

Participando de toda ou boa parte do processo de criação, os multiartistas vêm ganhando cada…

Participando de toda ou boa parte do processo de criação, os multiartistas vêm ganhando cada vez mais destaque pela excelência de suas manifestações artísticas

Em diferentes manifestações artísticas, seja na música, no teatro ou na pintura, podemos observar a presença de criadores que não se contentam em participar de apenas uma parte do processo de criação. Tendo todo o controle da expressão artística, o método adotado carrega ainda mais a essência autoral do artista e, apesar de exigir mais tempo hábil, o resultado final da obra ganha ainda mais valor. 

 

É por isso, que no Mês do Orgulho LGBTQIA+, apresentamos seis multiartistas LGBTQIA+ e negros, dentro e fora do Hip Hop, que estão fazendo um ótimo trabalho e precisam ser reconhecidos não apenas neste mês de celebração da diversidade, como durante todo o ano.

 

Confira:

Leonardo Alan é um multiartista brasileiro, nascido em São Paulo, mas que atualmente reside na Bélgica. Multifacetado, tem carreira como ator, onde atuou no teatro e no cinema. Em 2020, iniciou sua carreira como cantor e compositor com o lançamento do single ‘Watching You’ e no mesmo ano também lançou ‘Danado’ no Dia da Consciência Negra. Seu single mais recente é ‘Batucada’, em que o artista foi responsável pela produção audiovisual e direção artística. Leonardo recentemente iniciou a faculdade de Cinema na Bélgica e tem outros projetos audiovisuais para serem lançados ao longo de 2022.

Redes sociais e Streaming: Instagram | Facebook | Twitter | Tik Tok | Youtube | Spotify | Site

 

Cantora, compositora, multi-instrumentista e artivista brasileira, Bia Ferreira define a sua música como ‘MMP – Música de Mulher Preta’ e trata sobre temas como feminismo, antirracismo e LGBTfobia em suas composições. “Cota Não É Esmola” e “Não Precisa Ser Amélia”, que foram compostas em 2011, são alguns de seus grandes sucessos, que ganharam notoriedade nacional ao se referirem a temáticas ligadas ao então inédito sistema de cotas no SISU e a questões voltadas para a subalternidade de mulheres negras no Brasil. Seu primeiro álbum de estúdio, Igreja Lesbiteriana, Um Chamado, foi lançado em 2019, mesmo ano em que interpretou o papel de Elza Soares nas apresentações do musical Elza em São Paulo. Já em 2022, a artista lançou a música “Agora Vai”, em parceria com Xamã e Lia Clark e atualmente está em turnê pelo Brasil e pela Europa.

Redes sociais e streaming: Instagram | Facebook | Twitter | Spotify | Youtube

 

Théo Souza é fundador do Portal Trans BR, um canal de comunicação, informação e entretenimento voltado para pessoas transgêneras no Brasil. Théo Souza também é palestrante e multiartivista preto. Residente do Rio de Janeiro, ele já trabalhou diretamente com nomes influentes da comunidade trans como João W. Nery e Bruna Benevides, atual presidenta da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA).

Redes sociais: Instagram | Facebook | LinkedIn

 

Multiartista, compositora, modelo, rapper e produtora cultural, MC Dellacroix é também fundadora da Casa Chama, organização não governamental que promove a dignidade e a autonomia de pessoas trans. Natural de Campinas, seu encontro com a música aconteceu como uma forma de escape da realidade em que vivia.

Redes sociais e streaming: Instagram | Twitter | Spotify | Youtube 

 

Jorge Neto é ator, cantor e diretor. Integrou o coro do Conservatório de Música de Cascais e protagonizou clássicos no grupo de teatro da escola, como: “O Urso” e “Platónov” de Tchekhov. Iniciou sua carreira profissionalmente aos 17 anos. É licenciado pela Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC) em Lisboa – Portugal, com intercâmbio na USP (Universidade de São Paulo). É um dos artistas da Berlinale Talents – Festival Internacional de Cinema de Berlim; Atuou com aclamados diretores como Fernando Meirelles, André Novais, Juliana Rojas e com Matheus Parizzi em “Primeiro Ato”, que estreou na Tiger Short Competition – Festival Internacional de Cinema de Roterdã. Integrou o elenco de diversos espetáculos, como os premiados: “Moçambique”, da companhia Mala Voadora, com Isabél Zuaa e Welket Bungué; “O Rei Leão” da Broadway, com Gilberto Gil e Julie Taymor; “Life and Times – Episode 2”, com a companhia nova-iorquina Nature Theater of Oklahoma. Estreia como Roteirista e Diretor no projeto visual “Derreter | OJO”, com Flora Dias. Além disso, está escalado para produções audiovisuais brasileiras como a recém lançada “Lov3”, do Prime Video, e “Pico da Neblina”, da HBO, que estreia sua segunda temporada em 2022.

Redes sociais e streaming: Instagram | Facebook | Twitter | Youtube | Spotify 

 

Uma das grandes apostas do cenário pop no Brasil, Urias é modelo, cantora e compositora. Referência na comunidade LGBTQIA+, a multiartista possui mais de 300 mil ouvintes mensais nas plataformas digitais e 27 milhões de visualizações em seu canal oficial do YouTube. Sua música “Diaba” (2019) já acumula mais de 14 milhões de streams. Em 2022, após alguns trabalhos em parceria com outros artistas, Urias lançou o seu primeiro álbum, intitulado “Fúria”. A artista, que também é modelo, já desfilou para a Casa de Criadores e a grife Amapô, além de ter estampado a capa digital da Glamour Brasil em 2020, da Bazaar em 2021 e do manifesto “Moda com Propósito”.

Redes sociais e streaming: Instagram | Facebook | Twitter | Youtube | Spotify