Marih Black chegou com novidade! Dessa vez, a cantora e compositora de Ituverava, SP, lançou o videoclipe “Melanina”, em que discorre sobre como o racismo estrutural afetou a sua vida e consequentemente a sua autoestima e visão de si mesma enquanto uma mulher negra.

No som, Marih mostra seu íntimo, trazendo situações e falas corriqueiras que a incomodam. No primeiro trecho da track, ela relata frases que já escutou, como “a cor é suja” e “preto é bandido” e quebra de vez esses estereótipos racistas no refrão, quando reconhece a força e a beleza de sua negritude.  Ao longo da música situações de violência e a atuação de um Estado genocida também são abordadas.

A canção com uma pegada neo-soul foi todo produzida por ela e pela SP Anonymous. Já o audiovisual ficou por conta de Milena Gonçalves.

Em relação aos projetos futuros, Marih, que já transitou pela MPB e lançou demos como “Mulheres”, “Te Deixar” e “Desaforo”, garante que esse é só o começo e que em breve uma mixtape estará nas ruas.

Acompanhe a Marih Black no Facebook e no Instagram.

Confira “Melanina”: