“Embaixador Global do Reggaeton” e o orgulho da chamada “Latino Gang”, o astro apresentou as faixas “Mi Gente” e “Que Calor”, quando se juntou a Jennifer Lopez, Shakira e Bad Bunny, seu parceiro no disco “Oasis”, na transmissão mundial

Dando continuidade a uma série de apresentações históricas ao longo do ano passado (que incluiu marcos da música latina nos festivais Coachella e Lollapalooza), J Balvin trouxe o reggaeton para o icônico e aclamado show de intervalo do Super Bowl. O astro fez uma aparição surpresa se juntando a Jennifer Lopez, Shakira e Bad Bunny, seu colaborador no disco “Oasis”, em um momento de celebração da #LatinoGang. J Balvin apresentou seu inovador e revolucionário hit “Mi Gente” e sua mais recente parceria com o Major Lazer, “Que Calor”, deixando as redes sociais em chamas.

Depois de um 2019 extraordinário, que o consagrou como o artista de música latina com maior número de streams do mundo, J Balvin já está de olho em um ano ainda melhor, com o recente anúncio do lançamento de seu tão aguardado quarto álbum solo, intitulado “COLORES”, uma continuação criativa e visual do estilo distintivo de reggaeton de Balvin, enquanto prevê novas músicas através das lentes de cores individuais distintas. A Billboard já projetou a novidade como “um dos álbuns mais esperados de 2020 … podemos esperar uma obra-prima conceitual”.

Como nas duas faixas já lançadas do álbum – a hipnótica “Blanco” (Branco) e a moderna “Morado” (Roxo) – cada uma inspirada em tons de “Colores”, Balvin tem trabalhado com seus frequentes e favoritos colaboradores, o produtor musical e parceiro SKY, o diretor de vídeo Collin Tilley e o diretor de arte Takashi Murakami.

Antes de lançar o álbum oficialmente em março, os fãs podem esperar mais músicas, visuais, anúncio de parcerias criativas em conjunto com “Colores” e uma série de apresentações especiais do cantor na TV.

Sobre J Balvin:

“Embaixador Global do Reggaeton”, J Balvin é atualmente um dos principais artistas do maior número de streams no mundo, independentemente do idioma, e desenvolveu uma legião de fãs representados por mais de 65 milhões de seguidores nas redes sociais. Aclamado pela Billboard como “a maior revelação que a música latina já viu em muitos anos” e como “a cara do reggaeton moderno”, pela Pitchfork, Balvin segue liderando uma segunda geração de estrelas da música urbana que impulsionou a música latina a um patamar sem precedentes. Simultaneamente, o astro colombiano se tornou o mais forte nome da cultura latina para as comunidades da moda e pop art, além de ter virado um dos colaboradores mais pedidos da indústria da música e uma das atrações mais requisitadas em festivais mundo afora.

Em 2019, J Balvin se apresentou no segmento de abertura do The GRAMMY Awards, foi nomeado pela terceira vez consecutiva no “Prêmios Lo Nuestro” como “Artista do Ano”, um fato sem precedentes,, além de ter conquistado seu 18º single de número 1 e de ter sido o primeiro artista de reggaeton a se apresentar no programa Saturday Night Live. Em junho do ano passado, J Balvin e Bad Bunny lançaram o disco colaborativo “Oasis”, a maior surpresa da música latina e o álbum mais elogiado pela crítica de 2019 – que permaneceu durante oito semanas como o primeiro álbum latino do país, conquistando diversos prêmios de melhor álbum do mundo. Com ele, Balvin alcançou sua segunda indicação ao Grammy. Ao longo do ano, ele também se conectou com milhões de fãs ao vivo, levando sua impressionante turnê “ARCOIRIS (Rainbow)” pelos Estados Unidos e pelo mundo, marcando ainda mais seu nome na história da música urbana como o primeiro artista de reggaeton a se apresentar no palco principal dos festivais Coachella, Tomorrowland e Lollapalooza.

Depois de passar 14 semanas consecutivas na primeira posição na lista de Artistas Globais do YouTube e alcançar um 8º vídeo no seleto e exclusivo grupo Billion View Club, J Balvin concluiu 2019 como um dos únicos dois artistas de músicas do mundo a exceder 10 bilhões de visualizações no YouTube. Seu domínio também ficou evidente em outras plataformas, já que ele passou a maior parte do ano como o único artista latino no Top 5 do Spotify, foi nomeado o artista número 1 do ano pela Deezer e Shazam, além de ter sido nomeado como “Artista Latino da Década”, pela Music Choice. Recentemente, ele divulgou as faixas e videoclipes de “Blanco” e “Morado”, as duas primeiras músicasde seu aguardado álbum “Colores”, que será lançado em março deste ano.