A rapper Vera Verônika aborda a realidade da mulher negra brasileira em seu mais novo vídeo ao vivo

O registro intregra o DVD “Vera Verônika 25 anos”, que celebra sua carreira, e também marca presença em versão de estúdio no álbum “Afrolatinas”, lançado em 2018.

O show conta com inúmeras participações especiais, e nessa faixa a voz de Paula Dias acompanha o flow da artista. O vídeo já está disponível no YouTube e a canção também chega como um single nas plataformas de streaming de música.

A música é uma das primeiras composições de Vera Verônika, que sempre levou questões sociais, raciais e políticas para sua obra.

O início de carreira da rapper, pioneira no Distrito Federal, aconteceu em 1992, com o grupo Missionárias, ao lado de Márcia, Débora, Kalanga, Ana Clara Urupa e da DJ Alisson da Samambaia. Posteriormente, Vera se uniu aos grupos A Posse, com Adriano, Aclécio e Cloves Goy; e, sem seguida, Tokaya, com Thiago e Zullu. Desde então, Vera segue em carreira solo.

Por meio do DJ Chokolaty, também presente na faixa “Heroínas de Geração”, ela conheceu a parceria RDY, com quem dividiu vocais, seguida por Eddie Blue, Milla Fernandes e, por fim, Paula Dias, cantora que marca presença também no vídeo ao vivo.

Seguindo o debate promovido por seus vídeos mais recentes, como “Genocídios” e “Mulher de Aço”, Vera Verônika versa agora sobre a vida de muitas brasileiras.

“‘Heroínas de Geração’ discute sobre as lutas cotidianas das mulheres na periferia, fortalecendo e apontando para mais e mais desafios a serem superados diariamente. Durante a música, falo sobre profissão de prostituta, ser mãe solteira, viver um casamento de agressões físicas e psicológicas, além de ressaltar as consequências por ser mulher negra”, explica a artista.

Assista “Heroínas de Geração”: