As filmagens para a divulgação da segunda música de trabalho do próximo álbum a ser lançado pelo rapper ocorrem no próximo dia 30 de janeiro, no Teatro Popular Solano Trindade, em Embu das Artes, e também irão incluir locações do litoral sul do Estado, O EP completo chega a todo vapor em julho de 2020

Prestes a completar 55 anos de idade e mais de 30 anos de carreira, o “Poeta do Rap Nacional” está na estrada, nos palcos, nos fones e na memória afetiva das periferias do Brasil, difundindo poesia, música e reflexões importantes e estruturais da sociedade, mantendo uma coerência e uma provocação contínuas como ferramentas de denúncia, de conscientização e valorização das populações e da produção periférica.

Em 29 de novembro de 2019, GOG lançou a música “Matemática na Prática – Parte 2, produzida por LP, que teve as participações de Fabio Brazza, Renan Inquérito e do grupo Orquestra na Rua, que reúne instrumentistas eruditos para formação e apresentação em locais públicos. Na gravação do videoclipe dirigido por Vras77 na ONG Ação Geral participaram jovens e crianças do Jardim Mitsutani, bairro da Zona Sul de São Paulo.

Agora é a vez de “Anfitriã”, que tem letra e performance de GOG, produção musical de LP, videoclipe da produtora Cria de Ruadireção de Mano K e produção geral de Claudinho Silva. “Anfitriã é quem recebe as pessoas em sua casa, quem convida. Isso resume, literalmente, o que o continente africano significa. Daí, o que inspira, é que vem a poesia e ressignifica, trazendo o que o dicionário e os olhos não conseguem ver nem descrever”, sintetiza o poeta.

A escolha pelo Teatro Popular Solano Trindade tem muitas razões. Grande parte do público do artista está em São Paulo e Embu das Artes, que muito além de sua antiga feirinha de artesanato, respira arte e contestação. “Foi isso que nos motivou. Consultamos o Vitor Trindade, que, da Alemanha, deu gritos efusivos e disse estar muito feliz com a nossa proposta e aceitou de imediato. Esse é o nosso Orum aqui”, diz GOG, que tem uma relação com a família Trindade já de longa data, a lembrar que Raquel Trindade, a eterna Kambinda, fez participação especial na música “O Buque da Espertirina”, de 2015.

A música “Anfitriã” será lançada oficialmente em todas as plataformas em 6 de março, mês do aniversário do músico. Seu 12º trabalho, com 7 faixas e que chegará ao público em julho nos formatos CD e vinil, ainda não teve seu nome divulgado. Mas já se sabe que haverá um grande espetáculo em São Paulo, de onde seguirá para outras cidades em itinerância. “

Trata-se de um disco universal: traz poder, magia, harmonia e emana força”, finaliza o poeta.

Serviço:

Gravação do clipe da música “ANFITRIÔ

Local: Teatro Popular Solano Trindade

Endereço: Av. São Paulo, 176 – Jardim Silvia, Embu das Artes

Faixa etária: livre

Acesso para deficientes: sim

Observação: as pessoas poderão assistir à gravação sabendo que há possibilidade de participar, mas é proibido o uso de celulares para captação de imagens. A aceitação na participação do clipe implica na autorização automática do uso de imagem por parte da equipe de gravação.

Mais Sobre GOG:

 O “poeta do rap nacional”, como é conhecido, em seus mais de 30 anos de carreira sempre defendeu a produção independente no hip-hop. Inicialmente era B-boy. Sempre politizado e militante incansável das “causas e das canções”. Primeiro cantor de rap nacional a abrir o próprio selo e, por ele, produziu e lançou ótimos trabalhos seus e de outros importantes grupos do Distrito Federal, entorno do DF e de outros estados brasileiros.

Para além do engajamento social, o compromisso com seu trabalho artístico e com os artistas que colocou no mercado, GOG tem um currículo extenso de estrada, com 12 discos lançados e diversos prêmios. Aos 54 anos, tem a mente mais oxigenada e futurista que a de muitos MCs em início de carreira. Um dos resultados da maturidade do ritmo e da poesia de Genival Oliveira Gonçalves é o DVD “Cartão-Postal Bomba!”, gravado pela banda MPB-Black, com participações especiais do rap, além de artistas consagrados da Música Popular Brasileira, como Paulo Diniz, Lenine, Maria Rita, Ellen Oléria e Gerson King Combo.

Em 2010, mostrou mais resultados de sucesso, como o lançamento do livro “A Rima Denuncia”, em que conta, além da sua história de artista e militante, importantes marcos da cultura hip-hop e algumas composições ainda inéditas. Em 2015, lançou “GOG – Genival Oliveira Gonçalves”, com participações de Zeca Baleiro, Fernando Anitelli, Dhy Ribeiro e Hamilton de Holanda. Em 2018, “GOG – Mumm Ra High Tech”, um EP com 7 faixas, colocou o músico no patamar dos artistas em maior atividade do hip-hop brasileiro.