Videoclipe gravado no México reúne duas faixas e encerra o álbum ‘Audaz’, abrindo caminho para novidades na carreira do rapper carioca

Filipe Ret reúne as faixas “Paradoxo Mítico” e “Abençoado” em um único clipe, fechando o ciclo de seu último álbum “Audaz” nesta sexta-feira, dia 24 de maio.

Gravado nas ruas e paisagens do México, o videoclipe possui direção de Gabriel Camacho e encerra com a mensagem do rapper:

“Grato a todos que acompanharam o lançamento desta modesta e caótica trilogia de discos. Daqui em diante, um novo ciclo se abre com novas inspirações e motivos. Fé”.

O videoclipe está disponível no novo canal de Filipe Ret no YouTube.

Lançado pela Som Livre em 2018, “Audaz” apresenta 13 faixas onde o rapper carioca se inspirou em grandes nomes do hip-hop internacional e trouxe referências do samba e do funk, sem perder sua identidade – ouça. Com produção musical do próprio Ret ao lado de Dallass, Mãolee e da Tudubom Records, o álbum conta com as participações de Marcelo D2, Flora Matos, MC Deise, BK e TH, completando a trilogia formada por “Vivaz” (2012) e “Revel” (2015).

Filipe Ret se prepara para uma nova fase na carreira e afirma que “Audaz” é um marco na sua vida, tanto na área profissional quanto pessoal.

“Audaz completa a trilogia e serviu para amadurecer minha carreira e minha perspectiva humana. Sempre quero fazer um som que ganhe popularidade, acho que todo artista quer, mas hoje me preocupo mais com a qualidade da música como um todo. Audaz me fez voltar a gostar de produzir, de escrever e me introduziu no trap”, conta.

Com a mente aberta para a criação de novos projetos para este ano, Ret segue ampliando seus horizontes para descobrir novas referências e combinações para suas composições.

“O plano é manter a criação como algo cotidiano. Eu finalizei ‘Audaz’, mas continuo em estúdio, então tem muita coisa nova chegando ainda este ano. Ainda não defini o formato, eu gosto de descobrir coisas novas e a explosão do trap e do reggaeton ampliaram meu horizonte”, conta o rapper sobre a nova fase de criação.

Sobre Filipe Ret:

Filipe Ret dedicou quase metade da sua vida à música e à cultura hip hop até se tornar um dos principais nomes da cena nacional. Desde o começo, nas rodas de rima, ele trazia um olhar diferenciado, de observador – sobre as ruas do Catete (o TTK, celeiro do rap carioca), onde cresceu – e a realidade dos morros.

Sua estreia foi no disco “Numa Margem Distante”, colaboração com o produtor e beatmaker Mãolee, em 2009. Juntos de Daniel Shadow, eles desenvolveram a Tudubom, banca independente de rap que conta com uma loja de artigos de street wear, um canal no YouTube e um selo fonográfico. Em seus anos de atuação, a equipe Tudubom desenvolveu um trabalho que se destacou na cena brasileira de hip hop independente.

No primeiro disco-solo, ele veio com “Vivaz”, deixando claro que estava vivo e surpreendendo na cena. Lançado em 2012, o álbum trouxe o primeiro grande hit:“Neurótico de Guerra”. Já circulando pelo país, de casas em periferias até grandes palcos, Ret traz “Revel” (2015), álbum que o fez alcançar um novo patamar de popularidade e alcance de público. O disco ia do hit “Chefe do Crime Perfeito” até“Invicto”, que virou hino de torcida de futebol. O trabalho trouxe muito da cultura urbana carioca, servindo como linha condutora entre funk e rap.

Lançado pela Som Livre em 2018, o álbum “Audaz” completa a trilogia do rapper sendo um marco em sua carreira. Considerado seu trabalho mais ambicioso, Filipe Ret reuniu as participações especiais de Marcelo D2, Flora Matos, MC Deise, BK e TH. No YouTube já são mais de 30 milhões de visualizações das 13 faixas.