As rappers se apresentaram no Festival Batuque de 2018, com participação da Bivolt MC e do DJ Mak

No dia 15 de janeiroquarta, às 22h SescTV exibe os shows das rappers Drik Barbosa e Karol Conka gravados no Sesc Santo André durante o Festival Batuque em 2018, com participação da Bivolt MC e do DJ Mako. Drik apresenta seu mais recente EP, Espelho (2018), e em seguida, Karol sobe ao palco para cantar as músicas do disco Ambulante (2018), além de sucessos da carreira. Assista também em sesctv.org.br

Drik Barbosa trabalha com música há mais de dez anos, principalmente com o rap. Ela conta que começou a frequentar a Batalha do Santa Cruz – reuniões feitas para disputas de rimas – aos 14 anos apenas por curiosidade, mas que acabou gostando do ambiente e se interessando ainda mais pelo hip-hop. ‘’Foi na ‘batalha’ que aprendi o que é o movimento e a importância do rap”, relembra Drik.  “Devo a Batalha de Santa Cruz a artista e a MC que sou hoje, se não fosse ela talvez eu nem estivesse rimando’’, conclui a rapper.

A cantora também se mostra otimista em relação ao futuro do rap. Drik ressalta a importância de gerações antigas transmitirem a cultura hip hop adiante para que as crianças e os jovens, entendam a importância e os propósitos dentro do hip-hop, que envolvem conceitos como união e liberdade de expressão. “Estamos trabalhando para melhorar a vida de nossos jovens através da arte’’, diz a artista.

Drik Barbosa se apresenta ao lado de Kelly Souza (voz de apoio); DJ Faul; e Rodrigo Santos Digão (guitarra, violão, baixo, voz de apoio e sintetizador). Fazem parte do repertório músicas como CaméliaRealezaEspelhoDeixa Te LevarInconsequentePoetisas no Topo; e Melanina.

Influenciada pela cantora, compositora e produtora, Lauryn Hill, quando ainda era integrante da banda The Fugees, Karol Conka entrou para o mundo do rap aos 16 anos. Ela revela que gosta de se inspirar no cotidiano, nas sensações e nos sentimentos. “Minhas músicas têm sempre um ensinamento. É como se eu apresentasse a solução para alguma situação de frustração’’, explica. “Eu também me entrego com muito sentimento quando quero falar de mim, que é uma coisa muito difícil de eu fazer e expor nas redes sociais”. Nesse novo álbum [Ambulante], tem mais de mim’’, revela Karol.

Além disso, a cantora fala sobre gostar de fazer parte de uma reconstrução social e usar suas músicas para levar informações às pessoas, como uma forma de incentivo. ‘’Quando o assunto é racismo, eu me posiciono sempre com muita força, acho que mais importante que falar de sua existência, é mostrar como a gente lida com isso’’, esclarece Karol Conka.

Ao lado do DJ Hadji, Karol canta músicas do álbum mais recente Ambulante (2018), relembra o Batuk Freak (2013) e os singles mais marcantes de sua carreira. No repertório, KaçaÉ o PoderSaudadeLaláTombeiGandaia; e Boa Noite.

Festival Batuque apresenta Drik Barbosa e Karol Conka: