Novo trabalho conta com quatro singles inéditos e o clipe de “Moreno”

Depois do sucesso com o hit “Pouca Pausa”, a cantora Clau lança novo trabalho, seu segundo EP, “VemK”.

O projeto possui quatro músicas inéditas: “Moreno” (Clau/Vitão/ Pedro Dash/ Dan Valbusa/ Marcelinho Ferraz) , que é acompanhada de clipe, “Meia Noite” (Tiê Castro/Day/Guga Fernandes/Clau/ Pedro Dash/ Dan Valbusa/ Marcelinho Ferraz), “Sabe Como É” (Clau/Laudz/Zegon/Abee) e a faixa-título “VemK” (Clau/Vitão/ Pedro Dash/ Dan Valbusa/ Marcelinho Ferraz).

Os singles já estão disponíveis em todas as plataformas digitais e o clipe no canal oficial da cantora no YouTube (@ClauVEVO).

“Eu adoro falar sobre amor. E o meu novo trabalho é exatamente sobre isso: as várias formas de amar, se amar, se apaixonar e se relacionar. Esse é um EP que eu estou planejando há um bom tempo. Fiz questão de cuidar de cada detalhe para ficar exatamente da forma que eu pensei. São músicas que compus e gravei com muito carinho e espero que vocês gostem”, afirma a artista.

“Moreno” é o primeiro single desse trabalho. A canção fala sobre duas pessoas que constroem um relacionamento baseado em confiança, respeito e sentimentos verdadeiros. O clipe, gravado em um estúdio em São Paulo, mostra a cantora dançando, brincando e interagindo com diversos ‘pretendentes’.

“Foi muito divertido gravar. Eu quis transmitir esse sentimento alegre através do vídeo. Também quis um casting bem diverso, para mostrar as várias possibilidades do amor”, explica a jovem.

A stylist Ana Boogie foi a responsável pelo conceito de cada figurino do clipe: “Me inspirei em um street style fashion, com blusas brilhosas e justas e calças largas, que lembram bem o começo dos anos 2000. Depois que eu li o roteiro e percebi que teria uma proposta divertida, escolhi vestir a Clau com algo alegre também, com um ar pop”.

Quem nunca teve aquela paixão com uma química de arrepiar? Na faixa “Meia Noite”, Clau mostra o seu lado sensual.

A composição trata sobre a sintonia de um casal em momentos de intimidade. “Já é meia noite/ O lado esquerdo da minha cama só remete a nós dois/ Habitat natural da perdição/ Daquele lado não cabia restrição baby”, dizem alguns dos versos. “Acho que o público vai se identificar com a mensagem. A letra fala sobre momentos que todo casal já viveu, aqueles de paixão intensa mesmo, que não dá para controlar”, diz a cantora.

Já a faixa “VemK”, que dá nome ao EP, tem uma pegada mais empoderada. Nos versos, Clau incentiva as mulheres a se amarem mais e a fazerem o que bem entenderem das suas vidas. “Qual mulher nunca quis dar um passo mas teve medo? Quis se desapegar de alguma pessoa que não valia a pena, mas não conseguiu? ‘Vemk’ é sobre isso, sobre a mulher ser a dona do seu jogo. É também sobre evoluir e se dar valor. E como o amor próprio é a maior forma de amor que devemos ter, incluí essa canção nesse trabalho”, revela a gaúcha.

Por último, “Sabe como é” fala sobre liberdade de ser quem você é, seja sozinha ou em um relacionamento.

“Eu quis mostrar que, mesmo quando estamos em um relacionamento, cada pessoa é uma pessoa. Indivíduos separados, sabe? Ninguém precisa mudar para agradar o outro. Um precisa respeitar o espaço do outro. A letra passa essa mensagem de que um casal precisa buscar a independência amorosa para ter uma relação saudável. E eu acredito muito nisso”, finaliza Clau.

[Ouça o EP]