‘Charme’ em material audiovisual é a nova aposta do grupo

Dois finais de semana foram suficientes para gravar as cenas românticas que são embaladas pela canção ‘Parece que tudo acabou’, grava e produzida pelos irmãos Mafioso J e J Dois do grupo Manos na Área Fazendo a Igualdade Acontecer (M.Á.F.I.A.) no álbum ‘Eu sou Assim’.

Com participação das modelos Laís de Paula e Nane Pereira, o material audiovisual foi filmado no Centro de São Paulo e no Parque Ibirapuera e teve a direção de Vras77. “Quisemos sair da nossa área e expandir nosso trabalho para outra região. Somos de Poços de Caldas, no Sul de Minas, mas a ideia foi fazer esse intercâmbio com o berço do hip-hop e da música Black no Brasil”, disseram os irmãos.

E a aposta deu certo. O clipe traz recortes românticos embalados pelo ‘charme’ da música e explora uma nova vertente. “Nosso estilo é bem esse. Fazemos um rap festivo, de balada, de festas Black mesmo. É no que acreditamos e queremos passar a nossa mensagem por meio desse som, que fala de amor, relacionamentos e precede o Dia dos Namorados”, anunciam.

A canção tem a participação também do grupo ‘Muamba Biit’ e marca, de fato, a nova fase. Os irmãos já trabalharam também com o videoclipe ‘Eu Sou Assim’, tema do disco, que abordou diferenças, igualdades e preconceitos e teve a participação de Dj Cia e de personalidades do hip-hop sulmineiro.

O grupo já trabalhou também com um remix da canção “Quem não quer sou eu” de Seu Jorge.

O álbum ‘Eu sou Assim’

O disco lançado em 2012 tem 12 faixas e participações de artistas como Muamba Bitt, Mario Soul, Jeff e Séfora Barros, Gilson Perninha e Fabinho DDM, além de uma faixa bônus, que é um remix feito ao cantor Seu Jorge.

Com samples do mestre do samba, Cartola, de Eliete Negreiro e também de Thaíde, o álbum mostra a versatilidade dos músicos mineiros.