O rapper Hazec volta a cena com Vídeo Clipe “Tecelão” e com beat próprio.

O Vídeo foi produzido junto a Priamos Filmes e lançando pela RapTv, fala sobre o RapGame com punchlines acidas e bem elaboradas.

Denomina-se um Tecelão de linhas poéticas, firme em suas afirmações. Tudo indica que esse ano o  rapper solte seu esperado disco desde quando ainda era Jotace Rhazec. Não mudou apenas de nome, mas muita coisa está diferente em sua forma de rimar, mesmo mantendo o seu sarcasmo antigo.

LETRA

Punch! Zona Leste! Puch! Zona Leste
‘Parece cocaína, mas é só hype’

Meus inimigos tão quietos demais, fugiram da guerra
Sei lá deve ser difícil falar com a boca cheia de terra
Vermes são essências, pros meus versos em decomposição
Não frequento cemitério mais, entro um em cada aperto de mão
Deve ser por isso que me chamam de mala, não é falta de educação
Por isso que eu perco fala, foda-se, mortos não sentem emoção
Tão dizendo por ai que eu nem tenho mais alma
Claro que não, distribui em cada som que escrevi, calma
Esse é a ano lírico, pra mim é desde de 2007
Mal rimam dentro do tempo do beat, são o futuro da internet
Eu também sou, mas não quero confete, vim de um passado fat
Essa só vai pro cd por que não coube no disquete.
Continuo o mesmo Hazec, talvez com mais cautela em prol visão
Sarcástico nas track, empregando rimas em um cenário sem profissão
Colecionando folhinhas de improvisação, sem pó fiz são
Sem desperdiçar uma linha, não sou mais mc… sou próprio tecelão.

Ainda dizem que eu meto mala / Vocês que tão metendo o louco
Diz que ‘tão’ metendo bala, vocês tão metendo pouco.
O problema é geográfico? Fala! Já passaram do limite
Estúdio dentro de casa, e a rima… fora do beat
To vendo nego subi com menos de 3 hit no game,
Só que sem feat no ‘fame’, só com beat de ‘name’
Enquanto isso os ‘cops’ matam mais um da gente
Com a desculpa do corte de cabelo pra de descarregar o pente.
Só ‘farmacista’ de rua meus manos do canela já mandaram o recado
Não precisamos de medicina pra saber que as prescrevem cuidado.
Presença na rua? Não é esse o obstáculo
Se não me viu na cena é porque escrevo o espetáculo
Essas minas falando de ponto G, faço sentir o alfabeto
Esses mlk nem aprenderam a ler – sexualmente analfabetos.

[youtube]