O novo trabalho do Daher Filho integrante do grupo Guind’Art 121, e uma Cypher com participação do Misael (Pacificadores), Oliveira (Trium), Jandin (Elost) e DG1 (121).

“No Rolê Cypher” é mais uma música a ser disponibilizada do novo EP do Guind’Art 121, essa vai ser a faixa 3 do EP.

Letra:

(Misael)
Na nave só rap pancada
Na rua atiça as vagaba
Maloqueiro insano vai perder o sono de novo e não da nada
To vindo então chora neném
Com My já soma mais de mil
Avisa que tamo pesado parceiro batida causando arrepio
A nossa firma tu não peita, nem vem
Comedia quer minha receita, não tem
Patrícia já sabe bolar
Os capa querendo colar
I love essa city o seu e o limite parceiro não vem copiar
Brasília é o fluxo e o tempo não para coloca um rap alarme dispara já passou das três nego dando pala morena linda ta louca de bala
Lombra de brau, cara de mal, hoje e calor de mil grau
Salve minha favela 061
Tamo longe do final.

(Jandim)
Elost no role
Viver em troco de que
Ambição no game acirra a disputa
Achou que eu ia correr
A rua não treme meu mano na escuta
Sempre tem um pra testar sua fé
Leve quanta malicia você poder
Sei que vai precisar pra saber chegar
E saber a hora de meter o pé
Meu bonde e alvo dos bruxos no bote
Charuto de haca em baixo do bigode
Fumaça subiu piloto chapado caiu helicop dos cop
E foda-se nois segue o plano
fumando ouvindo cassino, we gonna fly
Guerreiro bom cai, mas cai atirando.

(Oliveira)
Peça na mão, respira
Sentimento profundo
Na função, no momento trairá aqui não e soldadinho de chumbo
Quero o frevo com as pati
Ta com bonde é ibope
Se tu quer faz sua parte
Senta me olhando com a glock
O jogo e sujo piranha de luxo no bonde só bruxo
We gonny fly
Mil truta, mil treta, mil luta, mil letra e ela querendo o pai
Senta pra mim
Acende o Green
Enquanto eu acendo o marrom te levo pra cama você diz que me ama quer ser minha dama pra mim não ta bom não.

(Dg1)
De rolê em Brasilia
Andando de vagar de gol
Quero dinheiro, bebida, sintéticos
Sintéticos
Se eu saio pros frevos prevejo uma bela garota falando que não badagou
E ela badagou
E foi dormir no meu barraco de jega falando palavras cruzadas entrando na mente que chapa meu chapa meu chapa
Da um trago e viaja se tu pira para minha mente e de boa e eu bugo
Nos bicudo, uns bicudo
Ate bugar crá
Ratatata eu já piei
No barquinho navegante eu zarpei voei e pia
Não dou estia, sou almejado
Mais de 3 dias virado
Com a weed no lago
não largo, não largo
Vou no drive in
Depois tem show
Rotineiro no palco 121 e nois Brow
Dg-one one two one jhow, uol hahaha

[youtube]