O Brasil historicamente sempre foi um barril borbulhante de insatisfação, luta e revolução. É um engano pensar que nossa história é feita de um povo acomodado, pelo contrário,nossa curta vida como país é recheada de revoltas, guerras, conjurações, intentonas, motins e etc. Nesse contexto o nordeste sempre esteve entre os protagonistas, eis um povo que quando foi preciso bateu de frente com estrangeiros ou com os próprios brasileiros.

Mas, o que isso tem a ver com o Rap?

Historicamente o domínio do Rap sempre foi o eixo paulista, hoje em matéria comercial os grandes destaques do mainstream pertencem ao eixo Rio-São Paulo (com poucas exceções) e, o que acabamos de ver com Baco, o Exu do Blues do DDH, e Diomedes do Chave Mestra, é uma nova revolta nordestina, só que agora é dentro do Rap.

sulicídio

Exu do Blues e Chinaski acenderam em Sulicídio uma chama de revolução que dificilmente será apagada. O nome da faixa refere-se ao suicídio da parte Sul do mapa, abaixo do nordeste. De início imaginei que não tinham noção do que estavam fazendo, mas a explicação de Diomedes no Facebook dizendo que é apenas “a primeira ofensiva” demonstra que eu estava errado. Eles sabem e, é tudo bem planejado. É um grito de inclusão, mas não qualquer grito, é aquele repleto de revolta.

Não vou entrar no mérito se estão certos ou errados, sou apenas um espectador, mas como música, “Sulicídio”, é simplesmente destruidora em todos os aspectos. Da letra, que é algo que eu nunca tinha ouvido, ao beat produzido por Mazili e SLY, passando pela Mix e Master do Christian Dactes.

Tretas no rap sempre existiram, mas dessa forma, poucas vezes. A única que me vem na memória, que foi tão específica em seus ataques é a música “Falsa Malandragem” onde Cirurgia Moral e Dj Jamaika disparam contra GOG e X (Câmbio Negro).

Não falarei muito da letra para que vocês possam ouvir e tirar suas conclusões, mas não são apenas ataques, não são desvairados, são cirúrgicos, repletos de técnicas, liricamente bem projetadas. Se engana quem fala que isso é um som de desconhecidos para chamar atenção. O time que fez essa música é composto por aqueles que estão no alto da cena nordestina, afirmar isso é desconhecer o Rap nordestino. É DDH e Chave Mestra!

Onde isso vai parar? Só o tempo irá responder.

Dá o play e tire suas conclusões.

Como é que você nunca ouviu falar dos bruxos lendários do norte?