O rapper tunisiano Weld El 15 foi condenado nesta quinta-feira (5) a quatro meses de prisão após um novo julgamento por insultar autoridades.

O cantor, cujo nome verdadeiro é Ala Yacoubi, foi imediatamente preso.

“Temo pela integridade física de Weld El 15 na prisão”, comentou seu advogado, Ghazi Mrabet, acrescentando que vai recorrer da sentença.

A audiência aconteceu no tribunal distrital de Hammamet, a cerca de 60 km de Túnis, onde em agosto o cantor Klay BBJ foi condenado à revelia a 21 meses de prisão pelas mesmas acusações.

Desde então, Klay BBJ foi julgado duas vezes e finalmente libertado em outubro.

A polícia e os promotores acusam os dois homens de cantar músicas insultando as autoridades e de fazer gestos obscenos contra a polícia durante um show em Hammamet.

Os artistas rejeitam as acusações. Quatro testemunhas confirmaram a versão dos cantores diante do juiz nesta quinta-feira.

“As pessoas pediram uma canção problemática, me recusei (a cantá-la) como um sinal de reconciliação com a polícia, mas um grande número de agentes subiu ao palco e me atacou”, declarou Weld 15.

O rapper já havia sido condenado este ano a dois anos de prisão por sua canção “Os policiais são cães”, mas a sentença foi reduzida a seis meses.

Para os fãs, esta condenação é um exemplo de como a liberdade artística e de expressão são ameaçadas na Tunísia.

“O veredicto de hoje é dissuasivo a todos os artistas, anuncia a cor, e essa cor é a repressão”, denunciou Thameur Mekki, líder do Comitê de apoio aos rappers perseguidos.

VIA: UOL