Com 20 anos de atuação no universo do hip hop, Criolo –então Criolo Doido– decidiu que chegara a hora de parar. Reuniu algumas canções que havia composto –com influências do samba, do brega, do soul e, claro, do rap– e, no ano passado, gravou “Nó na Orelha.

Aquele que seria um álbum de despedida acabou por se tornar seu renascimento. Produzido por Daniel Ganjaman e Marcelo Cabral, o trabalho ganhou o público de imediato mesmo antes de ser lançado. Bastou a faixa “Não Existe Amor em SP” ser disponibilizada na internet que o boca-a-boca fez o serviço.

Veja todos os videos no site da FOLHA clicando aqui!

Direto de: FOLHA