Afeni Shakur Davis, mãe da lenda Tupac Shakur, morreu nesta segunda-feira em Sausalito Califórnia, aos 69 anos. De acordo com informações da polícia local, agentes atenderam ao chamado de um possível ataque cardíaco na casa dela por volta das 21h30. Davis foi transferida para um hospital, mas não resistiu. A causa da morte ainda será confirmada.

Tupac foi morto com um tiro em 7 de setembro de 1996, em Las Vegas, quando tinha apenas 25 anos. Após seis dias internado no hospital, não resistiu e morreu. O assassino nunca foi descoberto. Os dois pais de Tupac e boa parte de sua família tinham ligações com os Panteras Negras. Um dos maiores sucessos do rapper, “Dear mama“, de 1995, foi feito em homenagem a Davis. Ela foi presa em 1969 junto com outros Panteras Negras acusados de uma conspiração para explodir bombas em Nova York. Foi solta em 1971 e Tupac nasceu apenas um mês depois.

Após a morte do filho, Davis fundou a Tupac Amaru Shakur Foundation, para preservar seu legado. Com a fundação, abriu o Centro de Artes Tupac Amaru Shakur (TASCA), em Stone Mountain, Georgia, em junho de 2005. Ela também ajudou a criar o musical da Broadway “Holler If Ya Hear Me”, em 2014, com músicas de Tupac, além de trabalhar como diretora-executiva da Amaru Entertainment, uma gravadora e produtora de filmes.

Dear Mama é um single de Hip Hop do artista Tupac Shakur. A faixa foi produzida por Tony Pizarro para o terceiro álbum solo de Tupac Shakur, “Me Against the World”, lançado em 1995. Dear Mama foi escrito por Tupac Shakur em homenagem a sua mãe Afeni Shakur. “Dear Mama” foi lançado em 21 de Fevereiro de 1995 como o primeiro single do álbum. O single foi o mais bem sucedido de todos os singles lançados do álbum. A canção é considerada pelos críticos e fãs como uma das melhores canções de Hip Hop de todos os tempos, e umas das melhores de Tupac Shakur, em particular, sendo classificada pela About.com como a quarta melhor canção de Rap e o primeiro lugar na Billboard Hot Singles Rap

Letra traduzida:

Querida Mamãe

Você é querida

[2Pac]
Quando eu era criança eu e minha mãe brigamos
Aos 17 anos de idade fui jogado nas ruas
Embora na epoca não queria mais ver a cara dela
Não há outra mulher no mundo que possa tomar o lugar dela
Suspenso da escola; e com medo de voltar pra casa, eu era um
otário
junto com os malucos mais velhos quebrando todas as regras
Eu chorava junto com a minha irmãzinha
Os anos passavam e eramos mais pobres que as outras crianças, o
mesmo drama
Quando as coisas davam errados culpavamos nossa mãe
Eu me lembro do estress que eu causava, era um inferno
Minha mãe me abraçando dentro de uma cela
E quem imaginaria isso no primário?
Heeey! Eu veria a penitenciária algum dia
E quando eu corri da policia, que pra mim era certo
A minha mãe me pegou e me deu um coro
E mesmo sendo uma viciada em crack mamãe
Você sempre foi uma rainha negra, mamãe
Eu finalmente entendo
que para uma mulher não é fácil criar um homem
Você era muito empenhada
Uma mãe solteira e pobre vivendo de Assistência Social, como
você conseguiu?
Não há como eu lhe pagar de volta
Mas o meu plano é lhe mostrar que eu entendo
Você é querida

[Refrão: Reggie Green & Sweet Franklin & 2Pac]
Mãe…
Você não sabe que eu te amo? querida mamãe
Querida mamãe
Não há ninguém acima de você, doce mamãe
Você é querida
Você não sabe que eu te amo?

[2Pac]
Ninguém me disse que a vida era justa
Sem amor do meu pai porque o covarde não estava conosco
Ele morreu e eu nem chorei, porque o meu ódio
me impedia de sentir algo por um estranho
Dizem que estou errado e que não tenho coração, mas o tempo
todo
Eu estava procurado por um pai que nunca aparecia
Eu comecei a andar com uns bandidos, e mesmo que eles vendessem
drogas
Eles me deram muito amor
Eu sai de casa e comecei a fazer meus corres
Precisava de meu próprio dinheiro e comecei a traficar
Não me sinto culpado porque mesmo eu vendendo crack
Me sentia bem colocando dinheiro na sua caixa do correio
Eu gosto de pagar as contas quando elas estão atrasadas
Espero que você tenha achado o colar de diamantes que lhe
mandei
Porque quando eu estava triste você sempre ao meu lado
E nunca me deixou sozinho porque você se importava comigo
E sempre via você chegando tarde do trabalho
Na cozinha tentando preparar algo pra gente comer
Você se virava com as migalhas que você recebia
E minha mãe fazia milagres em todo dia de Ação de Graças
Mas agora a estrada ficou dificil, você está sozinha
Tentando criar dois moleques levados sozinha
Não há como eu lhe pagar de volta
Mas o meu plano é lhe mostrar que eu entendo
Você é querida

[Refrão]

[2Pac]
Bebo um pouco de licor e me lembro, porque mesmo com as tretas
Eu sempre pude contar com a minha mãe
E quando parecia que eu estava sem futuro
Você dizia as palavras que me colocavam no eixo novamente
E quando eu era criança e ficava doente
Você fazia de tudo pra me deixar feliz
E todas as minhas memórias de infância
Estão repletas das coisas boas que você fez pra mim
E mesmo quando eu pagava de louco
Eu sempre agradeço a Deus por você ser a minha mãe
Não há palavras para expressar oque eu sinto
Você nunca teve segredos, sempre foi verdadeira
E eu admiro o modo como você me criou
E toda o amor extra que você me deu
Eu gostaria de levar toda a sua dor embora
Mas se você conseguir sobreviver a noite, logo aparecerá um belo
dia
Tudo vai ficar bem se você for forte
Todo dia é uma luta, você tem que se segurar
E não há como eu lhe pagar de volta
Mas o meu plano é lhe mostrar que eu entendo
Você é querida