O executivo musical Chris Lighty, empresário do rapper 50 Cent, foi encontrado morto nesta quinta-feira (30). Segundo o New York Daily News, o veterano da cena hip hop aparentemente deu um tiro na sua própria cabeça em seu apartamento no Bronx.

Lighty, 44 anos, foi encontrado às 11h30 da manhã com uma arma próxima ao seu corpo, segundo a polícia local. Lighty aparentemente estava com problemas financeiros após se divorciar, e devia milhões de dólares em impostos.

A empresa na qual Lighty trabalhava como diretor de operações, a Primary Violator, cuidava de artistas populares do r´n´b e do hip hop norte-americano, como Mariah Carey, Soulja Boy, LL Cool J, Busta Rhymes e P Diddy.

Via: uol.com.br