“Luxo só”, fala da luxúria em meio às meninas empoderadas do coletivo Batekoo.

O rapper mineiro Flávio Renegado fala sobre a luxúria no clipe de “Luxo só”, faixa de seu último disco, “Outono Selvagem”, que discorre sobre os pecados capitais. “Nós somos luxuriosos por natureza, e o clipe mostra isso, o prazer de sermos felizes. Muitas vezes, nos esquecemos de buscar a felicidade e de sermos nós mesmos”, explica o músico, que aparece, no filme, em uma festa pra lá de animada com as meninas da festa Batekoo, que acontece em cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Brasília, trabalhando a questão do protagonismo negro e da conquista de espaços de lazer para a juventude de periferia.

O clipe foi dirigido por André Lefcadito, com direção de fotografia de Fernanda Mattos e edição de Joana Swan.

[youtube]