De volta ao Anhembi e com o tema “Territórios Urbanos”, 12ª edição acontece de 09 a 15 dezembro com programação itinerante

A FEIRA CULTURAL PRETA, maior feira de cultura negra da América Latina, chega a sua 12ª. Edição no dia 15 dezembro de 2013, no Palácio das Convenções – Anhembi, em São Paulo. E vem repleta de novidades. Neste ano, foi criado um novo conceito, ampliando a programação cultural para sete dias, de 09 a 15 de dezembro, sob o tema “TERRITÓRIOS URBANOS – O NEGRO E O DIREITO À CIDADE”. Com isso, o evento foi transformado em FEIRA PRETA WEEK SP ganhando os arredores da cidade com uma extensa agenda cultural afro contemporânea composta por atividades de música, seminários de economia criativa e moda, dança, literatura, gastronomia, fotografia, artes plásticas, beleza, mostras de filmes e turismo afro.

Todas as atividades, em sistema de itinerância, são distribuídas em diversos pontos da capital paulista, como: Casa de Cultura Santo Amaro, Matilha Cultural, Escola São Paulo de Economia Criativa, Galeria Imã, Museu Afro Brasil, Centro Cultural São Paulo, Centro Cultural Rio Verde, algo inédito nos 12 anos de história da Feira. O fechamento da programação será no dia 15 de dezembro, no Palácio de Convenções do Anhembi.

A cultura negra e a ocupação de espaços públicos

Para 2013, a estimativa é de que 16 mil pessoas passem pela Feira. “Muito mais do que um evento cultural, a Feira é resultado de um conjunto de iniciativas colaborativas, coletivas e inclusivas, num ambiente de encontro e valorização da cultura e do potencial de mercado desse segmento”, explica Adriana Barbosa, diretora do evento. Além da cultura, o evento reunirá mais de 100 empreendedores de diversas regiões do país com interesse nesse mercado. Com isso, pretende-se mostrar à sociedade o que está sendo produzido para o segmento negro, incentivando o desenvolvimento sustentável das micro e pequenas empresas.

Com esse formato, a Feira traz à tona uma discussão bastante freqüente quando o assunto é urbanismo: as variadas formas de ocupação do espaço público em prol da diversidade cultural. Este conceito de evento é uma afirmação de que a cultura negra também faz parte da cidade e apresenta, nos dias de hoje, um cenário favorável não só na questão cultural, mas também, no cenário de bens de consumo. Com este cenário positivo em pleno crescimento, a 12ª. Feira Cultural Preta acontecerá mais uma vez para fomentar o empreendedorismo étnico e fortalecer a cultura negra no país.