Também conhecido por suas rimas em homenagem a alguns jogadores de futebol, o cantor é neto do poeta Ronaldo Azeredo e desde o disco “Filho da Pátria”, de 2014, foi apontado pela revista eletrônica “Wondering Sound” um dos 10 artistas que estão reinventando a música brasileira.

Os destaque ficam para “Mistura Aê”, um hip-hop popular brasileiro com berimbau, sons de roda de capoeira e ritmo e poesia, e “Imagina Como Seria”, onde o rapper mais declama do que propriamente canta seu amor ao país e a cultura brasileira.

Embalado pela brasilidade, Brazza apresenta, pela primeira vez, o disco “Tupi or not Tupi” no Jai Club, na capital paulista, dia 21 de outubro.

Para o público que estará presente no primeiro show da turnê, a apresentação é dinâmica, tendo como base as músicas do novo disco, misturadas a rimas de improviso com temas sugeridos pelo público, declamação de poemas, beatbox e medleys de rap e samba.

“Estou muito ansioso para o show de lançamento do disco. Se depender do quanto as pessoas têm elogiado o álbum, a casa vai estar enTUPIda”, declara Brazza.

[youtube]