A festa promete chacoalhar a noite de sexta (29) e a programação de shows gratuitos ocupa o sábado (30)

Música será a palavra de ordem do 9º Festival Latinidades a partir desta sexta-feira, dia 29. Depois de 8 debates, 7 filmes, 3 oficinas, e muito mais, vamos falar de festa.

MC Soffia, Tati Quebra-Barraco, MC Carol, Rico Dalasam, Leo Justi (Heavy Baile) e  Okwei V Odili

MC Soffia, Tati Quebra-Barraco, MC Carol, Rico Dalasam, Leo Justi (Heavy Baile) e Okwei V Odili

Para celebrar a força e a beleza da cultura negra, a diversidade, o amor e a lacração, vem aí a 2ª edição da Festa Latinidades, dia 29 de julho (sexta-feira), no Minas Brasília Tênis Clube. Esta é uma das mais aguardadas baladas da cidade e conta com um line up destruidor.

Do Rio de Janeiro vem uma rainha do funk carioca: Tati Quebra-Barraco, conhecida pela ousadia e grandes sucessos como “Kabo Kakie” e “Boladona”. Também do errejota, chega a turma do movimento Heavy Baile + MC Carol. O baile é conhecido por ser uma mistura de funk, eletrônico, hip-hop, kuduro, moonbahton e por aí vai. O evento itinerante foi criado por Leo Justi, que vem conquistando seu espaço ao redor do mundo com colaborações com artistas como M.I.A. e Emicida, e apresentações em Nova York, Paris, Londres, Barcelona e Cidade do México. O Heavy Baile convida MC Carol que emplacou sucessos como “Não foi Cabral” e “Delação Premiada”.

O comando das picapes também ficará por conta das Pretas Sonoras, coletivo formado por três DJs (gatas) que vem sacudindo a cena black: Donna (DF), Simmone (SP) e Tamy (RJ). E pra tombar com tudo, diretamente de Salvador, a crew da festa Batekoo chega com seu mix inusitado de hip-hop, trap e kuduro.

A grande novidade desta 2ª edição da festa Latinidades será o concurso “RuPaulas”, voltado para drag queens negras. Trata-se de uma homenagem ao reality norte-americano RuPaul’s Drag Race. As drags concorrerão a um prêmio no valor de R$ 1.000,00 (mil reais) e serão escolhidas por um júri pra lá de especial.

E para os que querem se jogar na night, o Latinidades preparou um esquema de carona saindo direto da rodoviária do Plano Piloto para o local da Festa.

Saiba mais sobre o evento na Sexta:

Data: 29/07 (sexta-feira), à partir das 22h

Local: Minas Brasília Tênis Club ( SCEN Tr 3 s/n lt 3)

Classificação indicativa: 18 anos

Ingressos: R$20 (antecipado)

Dream Team do Passinho (RJ)

Dream Team do Passinho (RJ)

No dia seguinte, sábado (30) é a vez do palco montado do lado de fora do Museu Nacional de Brasília. Um line up com oito apresentações musicais irá embalar a noite. O evento é gratuito e livre para todos.

A novata do rap, Arielly (AL), abre a programação de shows. Na sequência, mais ritmo e poesia com a atitude riot girl do grupo Donas da Rima (DF). Sucesso mirim, MC Soffia (SP) chega junto para espalhar auto estima entre jovens meninas negras.

Beth D’Oxum e Coco de Umbigada (PE) apresentam o coco, ritmo ancestral, típico do Nordeste Brasileiro. Beth fundou em Olinda o Afoxé Filhos de Oxum, um dos primeiros a incluir mulheres na percussão.

Rico Dalasam – rapper, negro, gay e a bola da vez entre os jovens descolados – é a próxima atração. Ele chega com seu recém lançado disco Orgunga, em primeira mão para o público brasiliense.

O Dream Team do Passinho entra em cena cantando e dançando o repertório do disco Aperte o Play. O quinteto de funk carioca é sucesso absoluto em todo o Brasil: seus clipes cinematográficos, coreografias incríveis e letras “pra cima” são a fórmula que cativou seus milhares de fãs.

As atrações internacionais da noite ficam com o afrobeat da cantora e compositora nigeriana Okwei V Odili e da saxofonista e vocalista de funk/soul/jazz/rock Hope Clayburn, de Memphis, EUA.

Shows Latinidades no Sábado:

Data: 30 de Julho (sábado) a partir das 19h.
Local: Museu Nacional (área externa)
SCTS 2 – SHCS, Esplanada dos Ministérios, Brasília – DF.
Entrada gratuita

19h30 – Arielly (AL)
20h10 – Donas da Rima (DF)
20h50 – MC Soffia (SP)
21h30 – Beth D’Oxum e Coco de Umbigada (PE)
22h20 – Rico Dalasam (SP)
23h10 – Dream Team do Passinho (RJ)
00h – Okwei V Odili (Nigéria)
01h – Hope Clayburn (EUA)

[Mais informações]