Desenvolvi meu rap  baseando-se no cotidiano periférico.

“Meu rap nasceu como forma de escape, nas ruas da santa maria, eu fui criado nos braços de brasília, eu me formei sem diploma mas com sabedoria de rua, sem o cano mas com a consciência que a esperança não morre.


Tenho 29 anos, desenvolvi minha filosofia nos baques da vida, tento injetar esperança em quem quase não tem.

Um salve aos irmãos que fazem parte dessa discografia, sem eles seria impossível realizar tal trabalho, tenho 8 anos de caminhada, e pra mim o rap e uma escola e eu sou um eterno aprendiz.

FILHO DA RUA MINHA ORIGEM MINHA RAIZ, e um pouco da minha história, e um pouco da sua realidade, é na humildade, mais é de coração.”

O GRITO DA FAVELA:


ENQUANTO ELE NAO VEM: