Talvez para os fãs não tenha sido surpresa, mas para mim foi ver os grupos Cacife Clandestino e Costa Gold noticiarem que se uniriam em um CD e, em uma turnê para lançar o Cacife Gold. Claro, sabia da relação que os grupos matinha como por exemplo a participação do Cacife no álbum .155 do Costa Gold, mas realmente a notícia me tomou de assalto. Mais surpreendente ainda foi a velocidade com que o trampo foi para a rua, o que demonstra que já vinham trabalhando nisso há algum tempo.

Apesar de eu não ser parte da base de fãs dos dois grupos escutei o álbum por completo e, diferente de .155 e Conteúdo Explícito, álbuns lançados por ambos, não foi uma experiência ruim. Calma hater, os dois álbuns citados não consegui ouvi-los completamente por em meio de músicas boas (no que propõem) há algumas não digeríveis. Sim, eu gosto de alguns sons dos dois grupos. Podem me crucificar “guardiões do rap de verdade”, mas N.A.D.A.B.O.M part 2 é do caralh** e Beija Flor também.

O fato é que Cacife Gold é a soma de dois grupos bastante atacados na internet, assim a junção de ambos me deu a esperança de ver um trabalho que os colocariam em outro patamar, mas acabei me decepcionando. Talvez eu tenha criado expectativa demais.

O álbum cumpriu bem a proposta, Cacife Gold canta como se seus membros sempre tivessem sido um grupo só, mas apenas isso.

É como se eu estivesse escutando um álbum do Costa Gold com participação do Cacife Clandestino em todas as músicas. Em minha opinião eles tinham a faca e o queijo para fazer um trampo histórico, talvez pela velocidade com que foi produzido, deixaram isso escapar.

Mas repetitivamente, é um trabalho que cumpre o que propõe, isso é inegável.

Agora algo precisa ser falado: Pedro Lotto se superou nos beats e está cada vez mais insano nas produções.

Meu destaque do álbum vai para a música “Controverso“, com participação de Luccas Carlos, que foi a que mais gostei da letra. Nela Predella ainda faz uma referência (ou foi um diretão?) ao polêmico cypher “Game Over“, parafraseando uma frase do Coruja BC1:

“Aí vão se foder você e os MC’s zuado,
Que tá sugando o Emicida desde o ano passado,
Essa porra é Rap arrombado…”

Mais tretas no fronte?

O saldo do álbum é positivo e ainda ouviremos falar muito tanto do trampo como do Cacife Gold. Amanhã 12/08 inicia a turnê de lançamento do álbum e a primeira cidade é Maringá no Paraná.