Produtor Babz Brutal usou beats criados para o campeonato pelos produtores Mr Break, Dj Machintal e Goribeatzz na composição das músicas

O encontro entre a velha guarda e a novíssima geração do hip-hop carioca é uma das marcas mais fortes da tradicional Batalha do Real, evento pioneiro, no Brasil, na realização de batalhas de MCs, que completou 13 anos, em 2016, com um circuito histórico que atravessou o Rio de Janeiro, mostrando os novos talentos das rimas e dos microfones.

Este encontro de gerações ficará registrado em três faixas, produzidos pelo DJ Babz Brutal, curador musical do evento, a partir das bases instrumentais criadas, exclusivamente para o campeonato, por alguns dos beatmakers mais importantes do país, Mr Break, Dj Machintal e Goribeatzz, com vocais de alguns MCs que participaram da competição, como Isaac ZO, Iguinho, Natalhão, Eminente, Xan, Samantha Zen e Rayzen, com participação, ainda, de Aori Sauthon, criador da Batalha do Real, e Nuno DV, mentor dos meninos em toda a temporada, mostrando como a Batalha do Real é uma escola de hip hop.

As vozes foram gravadas no estúdio Top Five, de Carol Monte, e os próprios MCs compuseram as músicas e as letras, em trabalho coletivo, coordenado por Babz Brutal, que assina produção, gravação e mixagem. As faixas serão apresentadas, ao vivo, na quarta-feira, dia 23 de novembro, na final da Batalha do Real, que acontece no Circo Voador, ao lado dos Arcos da Lapa, cenário de tantos anos da batalha.