Em tempos em que a discussão racial anda em alta por conta da superprodução da Marvel “Pantera Negra”, Banzé reforça a crítica, “e porque não noiz?”

Huracán Black, ao contrário do que muitos pensam não ostenta riqueza, ela é uma música que ostenta orgulho e bravura de uma raça que lutou bravamente para sobreviver e ainda tira “mó” onda em cima do racismo sem perder o “swing do gang”.

[youtube]