Um carro estilizado e uma ideia na cabeça, A websérie “Minha quebrada” conta as histórias da periferia a bordo de um opala 79.

Estreou no último dia 18 a websérie “Minha Quebrada” mais uma produção da Ruas, Rede Urbana de Ações Socioculturais em parceria com a 2Palitos Produções. A série “Minha quebrada” tem como cenário um dos símbolos mais representativo das periferias, o Opala, objeto de admiração, que em seu estilo representa a força e potência típicas das periferias. Durante muito tempo, foi uma das maiores produções nacionais, um estilo de vida, que vai desfilar charme pela cidade e ainda contar histórias positivas das quebradas do DF.

Max Maciel

Max Maciel

Apresentando por Max Maciel, militante e especialista em juventude, a Minha Quebrada vai percorrer as periferias do DF para ouvir as pessoas que modificam suas realidades e das suas comunidades, são figuras que representam cada cidade, culturalmente, politicamente e que incidem diretamente em suas quebradas.

A primeira temporada da websérie vai ter 4 episódios, gravados em 3 cidades do DF. Buscando representatividade de gênero, foram os escolhidos para dá um rolê no opala a rapper BellaDona, a ativista Hellen, o coletivo Ceilândia Muita Treta e o também rapper Japão. Os personagens abordaram temas como: humor representado pela galera do Ceilândia Muita Treta, a musicalidade do Rap comentado por BellaDona e Japão e o ativismo político, tema discutido por Hellen, uma das fundadoras da Casa Frida de São Sebastião.

Confira o primeiro episódio já disponível, no player abaixo:

O segundo já tem data marcada pra sair, dia 01 de Novembro!

[youtube]